A flight above the roof of North America

At the Ruth Glacier during our flightseeing tour

The major reason we headed to the tiny town of Talkeetna was because it’s the takeoff point for flightseeing tours of the mighty Mount McKinley.  The 1 3/4 hour excursion cost more than our flight home from Alaska so we had our fingers crossed for cooperative weather.  We got a brief overview before boarding the small, 10 passenger plane and shortly after we were listening to the pilot offer some informative commentary during the 10 minutes to get into the immense glaciers and infinite peaks.  The summit of Denali is just 60 miles away but our previous mountain experiences made seeing them from above seem like another world.  We opted for a glacier landing which allowed us to explore one of the six major glaciers on the south summit, from up close.  We had more than half an hour to play in the foot and half of freshly fallen snow and during that time, we witnessed a rushing avalanche from up close.  It was one of the those “Is this for real?” Alaskan experiences that was money well spent.

Chegamos em Talkeetna. Cidade pequena, mais com grande propósito: Nos levar para conhecer o Alasca lá de cima. Sim, naqueles aviões pequenos e antigos que você tem que colocar um capacete e o cachicol para voar, rs. Medo na veia, mas vamos que vamos. Barulho do motor, treme treme (tomará que não caia), velocidade máxima de somente 280km, parece que agente ta pisando em gemas de ovos, mas, lá de cima, é só pegar a camera e começar a tirar as fotos de tão estável. Não existem palavras para descrever como é sobrevoar pela cordilheira do Alasca! Mais que isso, a parada em cima de uma das milhares de gelerias com apenas 9 tripulantes e capitão, faz da viagem ainda mais especial. Vimos uma avalanche, quase não andamos na geleira com medo de cair e de tanta neve q tinha, só não fechamos os olhos de temor ao decolar porque a vista é de tirar o fôlego. Ficamos mais pobres sim, mas foram uma hora e vinte minutos de emoção, tensão e pura gratidão. Ver Alasca pela terra é lindo, pelo mar é demais, mas pelo céu é simplesmente perfeito.

One thought on “A flight above the roof of North America

Comments are closed.